Uma história com

27 anos de tradição

Notícias

Marco Aurélio diz que prisão de Lula fere Constituição, mas o vê inelegível

Publicado em 23 de Junho de 2018


Marco Aurélio diz que prisão de Lula fere Constituição, mas o vê inelegível

O ministro Marco Aurélio de Mello, do Supremo Tribunal Federal disse, com todas as letras: a prisão de Lula é ilegal. A declaração foi feita em entrevista à RTP, uma das maiores redes de televisão de Portugal. Marco Aurélio foi um dos cinco ministros que votaram pelo concessão do habeas corpus a Lula, depois da condenação pelo Tribunal Regional Federal da 4a. Região e é o relator de duas ações diretas de constitucionalidade (ADCs) que tramitam no Supremo desde 2016. Estas ações têm por objetivo declarar se é constitucional o artigo 283 do Código de Processo Penal:

Art. 283. Ninguém poderá ser preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária competente, em decorrência de sentença condenatória transitada em julgado ou, no curso da investigação ou do processo, em virtude de prisão temporária ou prisão preventiva. (Redação dada pela Lei nº 12.403, de 2011).

Se o artigo desta lei em vigor é constitucional, a prisão de Lula e de os outros no Brasil que ainda têm direito a recursos é ilegal. Seis dos 11 ministros já declararam qu consideram esse princípio válido, mas, no julgamento do HC de Lula que poderia consolidar esse entendimento, Rosa Weber votou contra a próprio consciência, em nome “colegialidade”, que já havia se manifestado anteriormente nesse sentido, e as prisões a partir de decisão de segunda instância continuam acontecendo.

Na época do votação do HC, em abril, os veículos da TV Globo exerceram grande pressão sobre o STF, especialmente sobre Rosa Weber, citada nominalmente em artigos, para que Lula pudesse ser preso, o que acabou acontecendo alguns dias depois.



Outras notícias